Quando a restauração dentária é necessária?

As restaurações dentárias eliminam a doença cárie do dente e devolvem forma, função e estética.

O procedimento de restauração (popularmente conhecido como obturação) elimina o tecido cariado do dente e devolve sua forma, função e estética. Quando necessário pode, além de prevenir uma futura cárie, bloquear a sensibilidade dentinária, interrompendo o processo de dor.

Para a cirurgiã dentista Daniela Yano, primeiramente, é necessário remover toda a cárie do dente, para então preencher a cavidade preparada com um material restaurador. Fatores como a extensão do preparo, a localização e a estética irão definir o material e a técnica a ser utilizada, se direta (quando a restauração é realizada diretamente na boca do paciente) ou indireta (quando o material restaurador é confeccionado em laboratório e cimentado no dente preparado).

Como é de se esperar, a estética é um fator de suma importância para os pacientes, sendo assim, a restauração dentária é realizada sempre respeitando a cor e o formato do dente.

Diversos tipos de bactérias vivem de maneira equilibrada na nossa boca, assim como em todo o nosso trato gastrointestinal. Essas bactérias aumentam em quantidade quando se acumulam nos dentes, gengivas e língua em uma película pegajosa que chamamos de placa bacteriana ou biofilme dental. Para sobreviverem, elas sofrem um processo de fermentação que libera ácidos que são capazes de desmineralizar a camada protetora do dente, ou seja, elas "amolecem" a superfície do dente estabelecendo a doença cárie. Quando não tratada, ela atinge as outras camadas mais profundas do dente, podendo resultar até mesmo, na necessidade de tratamento do canal.

Felizmente, quando diagnosticado a tempo, este processo pode ser interrompido com um procedimento simples, a restauração dentária.

Como eu sei se preciso realizar uma restauração?
Caso você sinta dor de dente ao mastigar ou sensibilidade ao ingerir alimentos ou bebidas quentes, frias ou doces, você pode estar com cárie e precisar de um procedimento reparador. Apenas um profissional preparado pode diagnosticar este problema. Agende uma consulta para investigarmos clinicamente e/ou radiograficamente e tomarmos a melhor medida para o seu caso.

Quanto tempo dura uma restauração?
A longevidade de uma restauração dentária está diretamente ligada ao material e técnica utilizados e também aos cuidados do paciente, seus hábitos de higiene, de alimentação e visitas ao dentista. "Em média, podemos dizer que uma restauração em resina dura cinco anos, pois, com o tempo ela pode pigmentar ou fraturar, causando infiltrações. Este processo de deterioração do material pode ser controlado com bons hábitos e acompanhamento periódico." Conclui a dentista Daniela Yano.