App de beleza delivery muda as regras do jogo de aplicativos de serviços no Brasil

Nova versão do app que está disponível hoje foca em liberdade de escolha dos consumidores e formato inovador de remuneração em market place

Sócios Make You - João Hannud, André van Dijk e Erich Progin - Créditos da foto: Make You

O mundo mudou. E o aplicativo de delivery de serviços de beleza Make You, lançado em 2016, mudou com ele. Mais preocupados com toda a cadeia de serviços que estão comprando - principalmente por aplicativos - consumidores nunca estiveram tão conscientes e engajados, e com razão, com um mercado que seja mais justo e que ofereça mais oportunidades para todos os tipos de profissionais. Com o isolamento social, causado pela pandemia da Covid-19, esse posicionamento global ficou ainda mais evidente. Ciente disso, a Make You redefiniu não só o formato e experiência do app como todo o seu modelo de negócio, tendo como prioridade e foco a valorização dos profissionais.

A nova estratégia da Make You traz uma grande mudança em toda a lógica de precificação. O preço do serviço passa a ser definido pelo profissional e não mais pelo app. Na contramão de outras plataformas e de todo o mercado de serviços de beleza, a Make You não receberá comissão sobre o valor cobrado pelo profissional de cada serviço - ou seja, todo o valor do atendimento vai para o bolso do profissional.

Além desta novidade, os atendimentos deixam de ser direcionados aos profissionais de forma randômica, são os clientes que decidem os profissionais que querem contratar, com base em seus portfólios e informações. Seus perfis funcionam como uma mistura de Pinterest, Instagram e LinkedIn - um modelo interativo onde profissionais montam galerias de fotos com seus trabalhos, clientes são livres para comentarem e curtirem posts, compartilharem experiências sobre seus atendimentos e ainda acessarem os currículos de cursos e especializações de cada profissional.

Nova tela da Home do App Nova tela do profissional

Após agendarem com o profissional que desejarem, clientes pagam uma taxa fixa a partir de R﹩5,00 por tipo de serviço - manicure, pedicure, sobrancelha, depilação, massagem, cabelo e maquiagem. Os pagamentos são realizados diretamente no app com cartão de crédito. Além disso, clientes e profissionais contam com todo o suporte técnico da plataforma sete dias por semana.

Para passar a fazer parte e ter todos os benefícios do app, o profissional paga uma taxa mensal de R﹩9,90, que está isenta por 1 mês a partir do lançamento.

"A realidade do profissional de beleza e bem estar precisava ser reinventada, para que todos sejam valorizados, empoderados e ouvidos. Com isso, ganham os profissionais e ganham os clientes uma melhor experiência e atendimento", diz André van Dijk, sócio CEO da Make You.

A Make You tem grandes expectativas para os próximos 36 meses com a implantação deste novo modelo de negócio. Para o próximo exercício a empresa espera alcançar 200 mil pedidos e contar com uma base de 4 mil profissionais. Já a partir do 36º mês, estimam alcançar 450 mil pedidos mensais e 50 mil profissionais ativos.

"Essa mudança estratégica vem sendo estudada há quase 1 ano e foi acelerada durante a pandemia, onde, somente na cidade de São Paulo, mais de 15 mil salões de beleza fecharam suas portas e mais de 45 mil profissionais perderam seus empregos - sem contar a mudança de hábito dos consumidores, que deixaram de frequentar salões e começaram a priorizar o atendimento em casa. O principal objetivo da Make You é melhorar a vida dos 1.3 milhões de profissionais de beleza e bem estar brasileiros, provendo ferramentas tecnológicas e capacitação, para alavancar suas carreiras e aprimorar ainda mais a experiência dos clientes" completa André.

Uma relação mais próxima e livre que garante uma experiência excelente para todos - profissionais e clientes. http://www.makeyou.com.br 








Siga @MarcosGomesBr e fale comigo !