No Dia da Inovação, Grupo Boticário apresenta série de iniciativas tecnológicas e sustentáveis de olho no futuro da beleza

 

Com inovação no seu DNA, Grupo Boticário lidera frentes na área de pesquisa e desenvolvimento do setor de beleza com uso de inteligência artificial e ciência de dados

O setor da beleza tem passado por transformações constantes nos últimos meses. E o Grupo Boticário, referência na área, celebra o Dia da Inovação, nesta segunda, dia 19, apresentando as iniciativas que tem guiado os times de canais, inovação, tecnologia e P&D (pesquisa e desenvolvimento) para ter cada vez mais os produtos que melhor conversem com todos os perfis de consumidores dentro das diretrizes sustentáveis que moldam o negócio da companhia.

Entre os territórios que P&D tem trabalhado fortemente está o uso da inteligência artificial e da ciência de dados para chegar aos melhores produtos e processos, fato que permite ao Grupo Boticário estar à frente do mercado trazendo os produtos mais inovadores de forma muito mais rápida.

"A inovação está no DNA de O Boticário desde sua fundação e hoje, mais de 40 anos depois, já como Grupo, o trabalho do time de P&D se pauta no que há de mais atual no campo da transformação digital para liderar o setor da beleza no País. Esse olhar nos permite cocriar com nossos consumidores, ouvir o que desejam e através de um banco de informações, sermos mais assertivos na personalização dos produtos, que vão desde fragrâncias nos perfumes às cores de batons mais desejadas com uma régua de tons de peles mais apropriada. Tudo isso com uma otimização em testes com resultados melhores e mais seguros", disse Paulo Roseiro, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Boticário. A companhia investiu R$ 37 milhões numa das estruturas mais modernas do Brasil - o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa, que conta com centenas de pesquisadores, parcerias com universidades e laboratórios nacionais e internacionais e a capacidade de desenvolver até 2,5 mil novos produtos por ano.

Grupo Boticário é pioneiro no uso de pele artificial para testes
Na procura por novas cores de batom, o time de pesquisa em maquiagem buscou compreender a preferência das consumidoras e prever suas necessidades futuras por meio de tecnologias de Inteligência Artificial. A partir de cálculos matemáticos e com métodos combinados entre os hábitos de consumo online e nas lojas foi possível desenvolver novos tons de batons a partir dos itens mais solicitados. "Chegamos a tons inexistentes que tendem a ser muito bem vistos e que servirão como ponto de partida para lançamentos futuros", conta Milene Padilha, do time de P&D responsável pelo projeto que será apresentado em podium do congresso anual da IFSCC (International Federation of Societies of Cosmetic Chemists), neste mês de outubro. Ela será a única representante de uma empresa brasileira a apresentar um trabalho no maior encontro científico de cosméticos do mundo.

Praticidade na venda direta

A inovação do Grupo Boticário também pode ser vista nos esforços para levar praticidade ao trabalho na venda direta feito por consultoras e revendedoras. No último ano, a Minha Revenda Digital, ferramenta desenvolvida pela Mooz, empresa de soluções financeiras do Grupo Boticário, em parceria com a Visa, tem sido uma aliada de revendedores de O Boticário e representantes de Eudora para ampliar as formas de atendimento aos clientes e oferecer uma melhor experiência durante a jornada de compra. A solução tem ajudado na gestão financeira e inclusão digital de pequenos empreendedores, o que fez com que o número de usuários crescesse 233% nos últimos quatro meses durante a pandemia.

O Boticário também lançou um novo modelo de loja que traz várias ferramentas tecnológicas usadas pela primeira vez em um varejo de beleza como Realidade aumentada, espelho interativo de make, pick up store e pagamento com celular.

O período de isolamento social também potencializou o serviço de omnichat que interligou lojas fechadas a clientes pelo whatsapp. Trata-se de um sistema de atendimento via WhatsApp. Disponível em cidades de 17 estados, o atendimento une a praticidade do ambiente digital com a entrega em domicílio, realizado pela loja mais próxima.

Óculos de realidade aumentada aproxima fábricas de São José dos Pinhais (PR) e Camaçari (BA)
Esta iniciativa já é fruto dos investimentos em tecnologia e inovação que foram na casa de R$ 300 milhões nos últimos anos. O Grupo Boticário também internalizou os times de tecnologia para que as soluções venham com o olhar de quem conhece todo processo. Neste sentido, as áreas de tecnologia da companhia demandam cada vez mais profissionais e abriram mais de 100 vagas em meio à pandemia.

"A inovação é o ponto de partida para a perenidade do nosso negócio, algo que ganhou uma dimensão ainda maior nos últimos anos no Grupo Boticário. Estamos constantemente demandando mais profissionais qualificados em tecnologia e especificamente em digital, que deem sustentação a esse processo e continuem impulsionando a modernização tecnológica do Grupo, o que para nós é irreversível", destaca o diretor de TI do grupo, Daniel Knopfholz.

Inovação aliada à sustentabilidade

Para o Grupo Boticário, a inovação na indústria precisa estar incondicionalmente ligada aos compromissos sustentáveis que fazem parte da essência da empresa. Preocupada com o impacto ambiental de seus ingredientes e formulações, a companhia apresentou em 2019 uma ferramenta própria denominada I.A.R.A™ - Índice de Avaliação de Risco Ambiental - que permite calcular o impacto de produtos enxaguáveis como shampoos, condicionadores e sabonetes no ambiente aquático.

Com base nestas informações, o time de Pesquisa e Desenvolvimento é capaz de avaliar o impacto ambiental de fórmulas e propor melhorias durante o desenvolvimento de novos produtos enxaguáveis, tornando-os mais sustentáveis devido a um menor impacto na água. "O pioneirismo do Grupo Boticário com a metodologia I.A.R.A™ aliada à criação de produtos que gerem menor impacto ambiental podem provocar mudanças no setor e gerar formas de consumo mais consciente", avalia Márcio Lorencini, gerente de Avaliação de Produtos do Grupo Boticário.

Como fruto da integração da I.A.R.A™ com o time de Pesquisa e Desenvolvimento, desenvolveu em parceria com um laboratório francês de Ecotoxicologia, uma metodologia pioneira e inovadora que garante que a formulação completa do recém lançado protetor solar Australian Gold não agrida os corais marinhos, protegendo assim todo o ecossistema dos oceanos.

Pesquisadora durante os testes da I.A.R.A.

"O olhar para impacto ambiental de fórmulas e ingredientes é uma nova abordagem em sustentabilidade para o setor cosmético e seus consumidores. Com o crescente movimento em busca de produtos mais sustentáveis, com questionamentos de consumidores, mídias e da sociedade em geral, é fundamental que as empresas sejam transparentes e se posicionem sobre suas práticas, trazendo ainda mais benefícios para consumidor e para o planeta", completa Carolina Maestri, gerente de sustentabilidade corporativa do Grupo Boticário. 




Siga @MarcosGomesBr e fale comigo !